GTBS for Teenagers

1. 1. JESUS CURA UM PARALÍTICO Marcos 2:1-12
2. 2. ZAQUEU, O COBRADOR DE IMPOSTOS Lucas 19:1-10
3. 3. JESUS É UNGIDO POR UMA MULHER Lucas 7:36-50
4. 4. O JOVEM RICO Marcos 10: 17-27
5. 5. A PARÁBOLA DO FILHO PERDIDO Lucas 15:11-24
6. 6. A PARÁBOLA DO OUTRO FILHO PERDIDO Lucas 15:25-32
7. 7. A PARÁBOLA DO BOM SAMARITANO Lucas 10:25-37
8. 8. JESUS E OS DOIS CRIMINOSOS Lucas 23:32-43
9. 9. JESUS APARECE A TOMÉ João 20:19-29

Print all lessons

© 2015 Glad Tidings Bible Studies in Portuguese - www.gladtidings-bs.com


1. JESUS CURA UM PARALÍTICO Marcos 2:1-12



CONTEXTO: No tempo de Jesus, as casas tinham tetos planos feitos de calcário e telhas. Havia uma escada externa que conduzia ao telhado. Geralmente uma pessoa, de meia-idade ou de idade, sofria de paralisia devido a uma hemorragia no cérebro. Uma pessoa paralisada não podia/conseguia mexer-se nem falar. Jesus refere-se a si próprio como o Filho do Homem.

1. Achas que uma pessoa pode ser feliz se se encontra de cama sem se conseguir mexer nem falar?
  • Que tipo de cuidados precisará este homem no seu dia-a-dia?
  • Imagina a vida diária da pessoa que está a cuidar deste homem?

    2. Naquele tempo, todos os Judeus acreditavam em Deus. Depois de ficar paralisado, o que é que este homem pensaria de Deus e da fé?

    3. No versículo 5, podemos observar que este homem era um pecador. Que tipo de pecados pode uma pessoa cometer mesmo quando não se consegue mexer nem falar?
  • Qual é a tua opinião: enquanto seres humanos, a dor torna-nos melhor ou pior?

    4. O que torna difícil transportar pela cidade um homem paralítico num cobertor?
  • Porque é que as outras pessoas não saíram da casa de modo a permitir a este pobre homem acesso a Jesus (versículo 4)?
  • Por que razão, depois de se aperceberem que seria impossível entrar pela porta, os quatro amigos não viraram costas e se foram embora?

    5. Que tipo de relacionamento tinham estes homens com o homem paralisado? Imagina diferentes possibilidades (versículo 3).
  • Quais seriam as precauções necessárias para carregar o homem paralisado até ao telhado? (Vê o contexto para informação sobre a tipologia da casa)?
  • Que tipo de ferramentas seriam precisas para partir o telhado? Onde é que eles as obteram?
  • Que tipo de comentários, dentro de casa, poderiam ser ouvidos quando o telhado estava a ser partido?

    6. Os quatro amigos trouxeram o homem a Jesus para que ele fosse curado. Porque é que primeiro Jesus o perdoou pelos seus pecados (versículo 5)?
  • Porque é que Jesus atuou desta forma: primeiro perdoou os pecados e depois curou-o da doença?
  • O que é que significou para o homem paralisado ser perdoado de todos os males que tinha cometido no passado?

    7. Agora imagina que vais até Jesus e pedes-lhe que ele te resolva o teu maior problema, e se em vez de to resolver, ele te diz: “Meu/a filho/a os teus pecados estão perdoados?” Ficarias triste ou contente?
  • Se pudesses escolher, qual é que preferias: uma consciência limpa e tranquila ou uma solução para o teu maior problema?
  • Como é que a atitude e a opinião do homem paralisado perante a sua doença mudaram quando ele se apercebeu que no fim iria para o céu?

    8. No versículo 5, Jesus não fala sobre a fé do homem paralisado, mas sim da fé dos seus amigos. Obviamente o homem não tinha qualquer fé antes de conhecer Jesus. Refere e menciona em que versículo é que achas que ele começou a acreditar em Jesus?
  • Porque é os mestres da lei não acreditaram que Jesus podia perdoar as pessoas dos seus pecados (versículo 6-7)?

    9. Responde à pergunta que Jesus faz no versículo 9.
  • O que é que custou a Jesus curar este homem? O que é que lhe custou perdoar o homem dos seus pecados?
  • O que é que pensarias de Jesus se tivesses testemunhado com os teus próprios olhos o que é descrito nos versículos 10-12?

    10.
    PERGUNTA DE BOAS NOVAS: Se o teu coração te estiver a acusar de algo que fizeste de errado, ouve o que Jesus te está a dizer: “Meu/a filho/a, os teus pecados estão perdoados!” De maneira a pagar pela sua promessa, Jesus teve que morrer crucificado. O que é que esta promessa significa para ti? (Podes responder do fundo do teu coração).
  • (para todos responderem): Qual foi a coisa mais importante que aprendeste nesta sessão, nesta lição?

    ***



    © 2015 Glad Tidings Bible Studies in Portuguese - www.gladtidings-bs.com

    2. ZAQUEU, O COBRADOR DE IMPOSTOS Lucas 19:1-10



    CONTEXTO: No tempo de Jesus, os publicanos eram conhecidos pela sua desonestidade. Primeiro que tudo, eles estavam ao serviço da forca de ocupação (os Romanos); segundo, normalmente eles desviavam dinheiro dos impostos recolhidos para o seu próprio bolso e enriqueciam à custa dos seus conterrâneos. No versículo 7, verificamos como o impopular Zaqueu se comportava na sua cidade natal. Tudo o que sabemos é que esta foi a única visita de Jesus a Jericó, a qual ocorreu uma semana antes da sua morte. Até então, Jesus já era mestre há 3 anos e que todos sabiam que ele tinha escolhido um publicano como um dos seus discípulos.

    1. Uma pessoa pode ser feliz se ela souber que todos a consideram uma ladra?
  • De que forma é que o facto de ser sempre mais pequeno que os outros rapazes, influenciou Zaqueu (versículo 3)?
  • Como é que se pode ultrapassar o facto de se ter sido assediado durante a juventude?

    2. Imagina as diferentes razões pelas quais Zaqueu se tornou num publicano.
  • Como é que os publicanos justificavam o seu comportamento quando extorquiam de uma família pobre o seu último centavo ou a sua última ovelha?
  • Nestas circunstâncias, o que é que era esperado de um homem que se tornasse o chefe de uma repartição fiscal numa grande cidade? Achas que um homem com um bom coração se poderia ter tornado chefe da repartição fiscal de Jericó? Dá as tuas razões.

    3. Como é que achas que Zaqueu reagiu quando ele se apercebeu que todas as pessoas de Jericó o detestavam (versículo 7)?
  • Normalmente para se ser chefe demora bastante tempo. Se Zaqueu tivesse uns 50 anos de idade, provavelmente teria filhos crescidos. Como é que eles se sentariam e o que é que eles pensariam em relação ao trabalho do pai?
  • Geralmente as pessoas, na casa dos 50, costumam repensar os seus objetivos na vida e os seus valores. O que é que achas que Zaqueu quereria para o resto da sua vida?

    4. Usualmente os publicanos não se misturavam com pessoas religiosas. Porque é que Zaqueu queria mesmo ver Jesus?
  • Um homem respeitável no Médio Oriente nunca fugiria. Qual o significado de Zaqueu se comportar de forma tão pouco usual? Porquê é que ele fugiu e trepou a uma árvore em vez de simplesmente se dirigir a Jesus?
  • O sicômoro-figueira pode crescer tanto como um carvalho. O que é que achas: o chefe da repartição fiscal de Jericó era indiferente ao facto de ser visto sentado numa árvore ou quereria ele esconder-se por entre a folhagem? Dá as tuas razoes.

    5. Esta foi a primeira vez que Jesus visitou Jericó. Como é que achas que Zaqueu se sentiu quando ouviu o seu nome da boca de Jesus (5)?
  • Comer juntos era um sinal de amizade naquela cultura. Quando é que Jesus decidiu que visitaria a casa de Zaqueu? Reflete em várias alternativas (5).

    6. Como é que Zaqueu reagiria se Jesus lhe tivesse dito: “Se te tornares num bom homem, serei então teu amigo?”
  • Como reagirias se alguém te dissesse: “ Se mudares primeiro a tua má conduta, então serei teu amigo?”
  • Porque é que uma pessoa não muda quando simplesmente lhe dizem para mudar?

    7. Porque é que Jesus estava com pressa?
  • Porque é que Zaqueu não se sentiu constrangido ao descer da árvore em frente a toda a gente?

    8. Zaqueu sempre gostou de dinheiro. O que é que mudou o seu coração tão rapidamente (8)?
  • Diz aproximadamente qual a percentagem da sua fortuna que Zaqueu manteve para si próprio sua (8).
  • As pessoas de Jericó criticaram Jesus por ele ficar em casa do pior homem da cidade. Como é que eles reagiriam se Zaqueu tivesse, por exemplo, construído uma escola com metade da sua fortuna, e depois tivesse ido de casa em casa a devolver quatro vezes mais o valor dos impostos que tinha previamente cobrado?

    9. Abraão foi o primeiro antepassado dos Judeus e é “o pai da fé” para os Cristãos. O que é que Jesus quis dizer quando disse que Zaqueu era “um filho de Abraão” (9)?
  • O que é que Jesus quis dizer com as suas palavras no versículo 10?

    10. Quando é que achas que Zaqueu se tornou crente em Jesus? Menciona o versículo.
  • O que é que aconteceu com o castigo de todas as coisas más que Zaqueu tinha feito?
  • Como é que Zaqueu reagiu quando ele ouviu que Jesus tinha morrido crucificado na semana seguinte?


    PERGUNTA DE BOAS NOVAS: A caminho de Jerusalém, Jesus visitou Jericó para se encontrar com o pior homem da cidade. Quando se tornou amigo de Zaqueu, Jesus sabia que seria por sua vez castigado. O perdão dos pecados para Zaqueu e para nós foi de graça, mas custou a Jesus a sua vida. Jesus diz-te hoje as mesmas palavras do versículo 10. O que é que lhe respondes? (Podes responder do fundo do teu coracão).


    ***


    © 2015 Glad Tidings Bible Studies in Portuguese - www.gladtidings-bs.com

    3. JESUS É UNGIDO POR UMA MULHER Lucas 7:36-50



    CONTEXTO: Os versículos 44-46 descrevem como um convidado de honra era recebido no tempo de Jesus. As pessoas comiam sentadas ou reclinadas no chão; por essa razão, os pés sujos do vizinho podiam tirar o apetite a qualquer um. Repara que na cultura judaica uma mulher nunca mostrava os cabelos à frente de homens desconhecidos. O termo fariseu significa um crente devoto a Deus. Simão não é a mesma pessoa que Simão, discípulo de Jesus.

    1. Na tua opinião, uma prostituta pode ter uma vida feliz? Enumera as tuas razões.
  • Toda a gente da cidade sabia que esta mulher vendia o seu próprio corpo. Pensa nas diferentes possibilidades e razões que levaram esta rapariga a tornar-se uma prostituta.

    2. Quais eram os valores importantes para Simão, o fariseu?
  • Porque é que é Simão não pediu aos seus criados para lavarem os pés de Jesus, afinal de contas ele convidou Jesus para ser seu hóspede. (36, 44-46)
  • Quais seriam os motivos pelos quais Simão convidou Jesus? Pensa em diferentes possibilidades. (36)

    3. Como é que a mulher conseguiu introduzir-se na casa de Simão, indo mesmo até à sua sala de jantar? Considera as várias possibilidades.
  • Um jarro de alabastro cheio de perfume era muito caro. Como é que ela conseguiu ter na sua posse este jarro, ou para que fim comprou o jarro? Pensa em diferentes alternativas.

    4. Porque é que esta mulher queria tanto conhecer Jesus, ao ponto de se aventurar na casa de um fariseu, sabendo perfeitamente que seria alvo de desaprovação.
  • Naqueles tempos, as pessoas religiosas não tinham qualquer contacto com os chamados pecadores. O que fez esta mulher acreditar que Jesus seria diferente?

    5. Porque é que ela queria tocar Jesus?
  • O que é que acontece se um rato, uma cobra ou alguém que detestamos nos toca?
  • O que é que ela concluiu do facto de Jesus não recuar nem evitar o seu toque?

    6. Adivinha há quanto tempo é que ela chorou pela última vez?
  • Quantas lágrimas é que achas que são necessárias para que alguém consiga lavar os pés de outra pessoa?
  • O que fez esta mulher chorar tanto ao ponto dos pés de Jesus ficarem molhados?
  • Porque é que ela não secou os pés de Jesus com o seu lenço ou com a orla das suas saias, mas sim com o seu cabelo?
  • Ela não proferiu palavra alguma durante o jantar, mas o que é o seu comportamento demonstrou?

    7. Nos versículos 41-42, Jesus conta uma pequena parábola acerca de um banqueiro e dos seus credores. O banqueiro corresponde a Deus, mas a quem Jesus se refere ao falar nos dois credores?
  • Jesus compara o pecado à dívida. Uma dívida de 500 denários correspondia a um salário médio de um ano e meio de um trabalhador normal. Uma dívida de 50 denários correspondia a uma dívida de um mês e meio. A quanto é que este montante corresponderia na nossa moeda?
  • Vamos assumir que cada pecado que cometeste corresponde a uma dívida de 10€/50 rublos/ 100 tugrik. Por esta altura, quanto é que deves a Deus? (Podes responder do fundo do teu coração)

    8. Porque é que Simão desprezou tanto a Jesus como à mulher (39)?
  • Porque é que é mais fácil prestar atenção aos pecados dos outros do que aos nossos?

    9. O que é que aconteceu primeiro: a mulher primeiro acreditou que os seus pecados tinham sido perdoados; ou amou ela primeiro a Jesus para que os seus pecados fossem perdoados? Dá as tuas razões a partir dos versículos 42-43, 47.
  • Quem pagou a dívida que ela devia a Deus?
  • O que aconteceu à dívida que Simão tinha para com Deus?
  • Em que moeda pagou Jesus a dívida de todos?

    10.
    PERGUNTA DE BOAS NOVAS: Jesus conhece todos os teus pecados, mas apesar disso ele diz-te: “ Os teus pecados estão perdoados. A tua fé te salvou; vai em paz.” (versículos 48 e 50) Ele e só ele tem o direito de dizer estas palavras, porque pagou pelos teus pecados-dívidas com o seu sangue. O que é que lhe respondes? (Podes responder do fundo do teu coração).
  • (para todos responderem): Qual foi a coisa mais importante que aprendeste nesta sessão, nesta lição?


    ***



    © 2015 Glad Tidings Bible Studies in Portuguese - www.gladtidings-bs.com

    4. O JOVEM RICO Marcos 10: 17-27



    CONTEXTO: Outras biografias de Jesus contam-nos que o homem a que se refere este texto era ainda jovem, mas que no entanto era já membro do parlamento (do chamado grande concílio) (Mateus 19:22 e Lucas 18:18). O homem sabia, através da Bíblia, que após a sua morte ele iria ou para o eterno céu, ou para o eterno inferno. Repara que naquela cultura, os homens não fugiam nem se ajoelhavam à frente de outro homem.

    1. O que é que achas: consegue um ser humano ser feliz sem saber o que o espera ou o que lhe vai acontecer após a morte?
  • Qual o motivo pelo levou o jovem, membro do parlamento, a se comportar de forma tão pouco usual - correr até Jesus e ajoelhar-se à sua frente?
  • O jovem considerava Jesus como Deus ou apenas como um homem excecionalmente sábio (17-18)?

    2. Porque é que este homem não tinha a certeza da sua salvação apesar de ter vivido de acordo com os mandamentos de Deus toda a sua vida?
  • Porque é que nem sempre temos a certeza que vamos para o paraíso depois de morrermos?
  • Achas que alguém pode ter a certeza que vai para o céu depois de morrer? Dá as tuas razões?

    3. Quais os mandamentos mencionados por Jesus neste texto são os mais difíceis de seguir (19)?
  • Muitos políticos são tentados a tornarem-se corruptos no que se refere a dinheiro e sexo. Como é que este homem foi capaz de viver a sua vida sem cair nessas tentações (20)?
  • Repara que de acordo com Jesus, estes mandamentos devem ser seguidos, não só em ações, mas também em palavras e pensamentos. Achas que este jovem realmente conseguiu fazê-lo?
  • Conseguirias dizer honestamente as mesmas palavras que este jovem proferiu no versículo 20?

    4. A este jovem político só lhe faltava uma coisa. Sumariza o versículo 21 e aponta o que lhe faltava.

    5. No versículo 21, Jesus menciona um tesouro que se encontra no céu. Como é que uma pessoa pode juntar tesouros no céu?
  • Qual é a diferença entre um tesouro na terra e um tesouro no céu?
  • Quais são as coisas que hoje em dia os jovens consideram como os seus tesouros “mais estimados, preciosos”?
  • Quem ou o quê é o teu tesouro mais precioso? (Podes responder do fundo do teu coração).

    6. Este jovem tinha provavelmente uma família e pais idosos, que estavam ao seu cuidado. O que é que podia lhes ter acontecido se ele tivesse seguido o que Jesus lhe disse no versículo 21?
  • Imagina a situação em que tu próprio/a te encontrarias se estivesses no lugar deste jovem político. Acreditarias que Deus seria capaz de cuidar da tua família mesmo depois de teres abdicado da tua casa e toda as tuas propriedades?
  • Abdicarias do teu tesouro mais precioso na terra, se ao fazê-lo o pudesses mandar para o céu? (Podes responder do fundo do teu coração).

    7. De acordo com o versículo 21, Jesus amava o jovem político. Então, porque é que Jesus lhe dirigiu palavras tão severas que fez com que o jovem se fosse embora.

    8. Depois de se ter apercebido que não conseguiria cumprir o que Jesus esperava dele, que mais poderia ter feito a não ser abandonar Jesus (22)?
  • Como é que Jesus teria respondido, se o jovem lhe tivesse confessado: “Perdoa-me, mas eu amo o dinheiro mais do que a ti!”

    9. Imagina a vida deste jovem a partir desse momento: estaria ele feliz? O que é que ele pensou da sua morte?
  • Compara a resposta, que Jesus deu ao jovem, à resposta que deu a Pedro (versículos 21 e 27) A respostas foram basicamente a mesmas ou foram diferentes?
  • Quem é que pode ir para o céu depois da morte?

    10.
    PERGUNTA DE BOAS NOVAS: “Tudo é possível para Deus” significa isto: Jesus abdicou do seu tesouro no céu para vir a este mundo sofrer e morrer para que tu pudesses ter acesso ao céu. O grande erro deste jovem foi ter deixado Jesus. O que é que vais fazer? (Podes responder do fundo do teu coração)
  • (Para todos responderem): Desta vez, qual foi a coisa mais importante que aprendeste a partir do texto?


    ***


    © 2015 Glad Tidings Bible Studies in Portuguese - www.gladtidings-bs.com

    5. A PARÁBOLA DO FILHO PERDIDO Lucas 15:11-24



    CONTEXTO: Uma história contada por Jesus é chamada de parábola. Uma herança nunca era recebida enquanto o pai estivesse ainda vivo. No tempo de Jesus, não existia uma casa isolada num monte, mas sim estaria situada numa estreita estrada de aldeia. O único lugar de onde se podia ver para fora dos limites da aldeia era o telhado da casa (20). Como já mencionámos anteriormente, naqueles lugares os homens não fugiam.

    1. Um jovem consegue ser feliz quando os pais lhe impõem limites à sua liberdade?
  • Porque é que o filho mais novo não estava feliz apesar de ter uma boa casa e um bom pai?
  • Se estivesses no lugar do pai, o que é que terias respondido ao pedido do filho (12)?

    2. Porque é que o pai escondeu o seu desapontamento e a sua preocupação, apesar de saber perfeitamente o que iria acontecer ao deixar o seu filho ir (12)?
  • Nesta parábola o pai é Deus. O filho pode ser uma pessoa que virou as costas a Deus depois de ter acreditado nele e/ou de ter sido batizada no seu nome. Porque é que Deus não tenta evitar que o seu filho se afaste dele?

    3. Porque é que hoje em dia há tantos jovens atraídos pelo tipo de vida deste jovem – ir para o estrangeiro, sem responsabilidades e os bolsos cheios de dinheiro?
  • Como é que este jovem usou o dinheiro do seu pai: olha para os versículos 13 e 30?
  • Porque é que este jovem não tinha verdadeiros amigos que o apoiassem assim que a sua sorte se esgotou?

    4. Na cultura Judaica, o porco era considerado um animal sujo. O que pode este jovem ter pensado quando foi obrigado a procurar trabalho numa quinta de criação de porcos (14-15)?
  • Porque é que a este jovem não foi sequer permitido comer a comida destinada aos porcos, a fim de satisfazer a sua fome (16)?

    5. Qual a razão pela qual, em vez de cometer suicídio na sua situação de desespero, este jovem “caiu em si” (17)?
  • Nos versículos 18-19, podes ler a confissão que ele preparou para fazer ao seu pai. Quais os pecados que ele cometeu contra o pai?
  • Quais os pecados que ele cometeu contra “o céu” (21)?
  • Quais os teus pecados a) contra o céu, e b) contra os teus pais? (Podes responder do fundo do teu coração).

    6. Porque é que ele não planeou pedir ao pai que o recebesse de volta como filho (19)?
  • Geralmente que tipo de pessoas acham que não são dignos de serem chamados filhos de Deus (19)?

    7. O que é que o pai pensou quando viu o filho a arrastar os pés na estrada da aldeia, descalço e com a roupa em farrapos?
  • Como foi possível o pai reconhecer o filho à distância, ao longe (20)? (lê o contexto)
  • O que é que achas que o pai fez enquanto o filho esteve longe todos aqueles anos (20)?

    8. Porque é que o filho não disse ao pai nada daquilo que tinha planeado (18-19 e 21)?
  • O que é que as palavras e o comportamento do pai transmitiram ao filho (22-23)?
  • Quando é que o pai perdoou o filho? Menciona o versículo.
  • Quando é que o filho começou a acreditar no amor e perdão do pai? Menciona o versículo.
  • O que é que o pai quis dizer no versículo 24?

    9. Como é que o amor de Deus é diferente do amor dos humanos?
  • O que é que esta parábola nos ensina em relação à conversão?

    10.
    PERGUNTA DE BOAS NOVAS: “ O meu filho estava como morto e voltou à vida”. Jesus deixou também a casa de seu Pai e veio à terra, não com o propósito de se rebelar contra o Pai, mas sim para cumprir com a vontade dele. Ao retornar a casa, bateram-lhe com a porta do céu na cara, e Jesus chorou: “ Meu Deus, meu Deus, porque é que me abandonaste?” Porque é Jesus não foi recebido e acolhido da mesma forma que o filho desta parábola? Porque é que o filho não foi rejeitado da mesma forma que Jesus foi?
  • (para todos responderem): Qual foi a coisa mais importante que aprendeste desta parábola?

    ***



    © 2015 Glad Tidings Bible Studies in Portuguese - www.gladtidings-bs.com

    6. A PARÁBOLA DO OUTRO FILHO PERDIDO Lucas 15:25-32



    CONTEXTO: Na verdade, quando o filho mais novo recebeu a sua herança (versículo 12), o pai também tinha deixado a outra metade da sua propriedade ao filho mais velho. O pai não teve culpa de o filho não ter acreditado na sua palavra.

    1. Um jovem consegue se feliz quando acha que os pais não o amam?
  • Se estava tão infeliz, porque é o filho mais velho não partiu para o estrangeiro com o seu irmão mais novo?
  • O que é que o filho mais velho ansiava mais do qualquer outra coisa na vida?

    2. Apesar do pai lhe ter prometido metade da sua propriedade, porque é que o filho mais velho se sentia e se considerava quase como um escravo (29-31)?
  • Se o pai desta parábola é Deus e se o filho mais novo é uma pessoa que renunciou à sua fé crista, quem é que achas que o filho mais velho representa?
  • Achas que o pai tratou ambos os filhos de maneira justa?
  • Achas que Deus nos trata sempre de forma justa?

    3. O que é que o filho mais velho poderia pensar enquanto labutava nos campos dia após dia?
  • Se alguma vez te sentiste como o filho mais velho nos versículos 29-30, em que situação isso aconteceu/te encontravas?
  • Qual foi a verdadeira razão pela qual o filho mais velho nunca organizou, festejou ou celebrou uma festa com o seus amigos (29)?
  • Como é que o pai teria reagido se o filho tivesse morto um cabrito, um cordeiro ou até mesmo uma vitela para dar aos seus amigos (30-31)?

    4. Qual o verdadeiro motivo pelo qual, nesta situação, o filho mais velho perdeu por completo a cabeça (27-28)?
  • O filho mais novo já tinha humilhado o pai à frente de toda a aldeia e agora foi a vez de o filho mais velho fazer a mesma coisa. Porque é que este pai não ficou zangado?
  • Ao ler os versículos 28, 31 e 32, com que impressão ficastes do pai?
  • Ao ler os versículos 28, 31 e 32, com que impressão ficastes de Deus?

    5. Apesar de o pai ter sido sempre bom para ele, porque é que o filho mais velho não amava o pai?
  • Com base nesta parábola, debate: qual poderá ser a razão que leva alguém a não amar Deus?

    6. O filho mais velho sempre pensou que poderia cumprir a vontade do pai. (29). E mesmo assim, o que é que acima de tudo o pai esperava dele?
  • O que é nos mostra que o filho mais velho não amava de modo algum o irmão mais novo?
  • Quem é que o filho mais velho amava?

    7. Porque é que Jesus parou de contar a sua história, sem nos dizer se o filho mais velho foi ou não à festa (28,32)?

    8. Nas parábolas de Jesus, um banquete/uma festa corresponde ao céu. De acordo com esta parábola, quem é que eventualmente irá para o céu?
  • De acordo com esta parábola, de quem é a culpa se alguém não for para o céu?

    9. Imagina a situação, se na manhã seguinte os dois jovens fossem trabalhar juntos para os campos.
  • Toda a gente no mundo se assemelha a um ou a outro dos irmãos desta parábola. Com qual deles te assemelhas?

    10.
    PERGUNTA DE BOAS NOVAS: Jesus diz-te: “ Tudo que é meu, é teu”. Na sua cruz, ele ganhou para ti um lugar no céu. No dia do teu baptismo deu-te esta herança. O irmão mais velho não acreditou nesta promessa, mas labutou pela sua herança como um escravo. Acreditas que vais obter a tua herança divina de graça, ou tentas ganhá-la através de boas ações? (Podes responder do fundo do teu coração).
  • (para todos responderem): Qual foi a coisa mais importante que aprendeste nesta sessão, nesta lição?


    ***


    © 2015 Glad Tidings Bible Studies in Portuguese - www.gladtidings-bs.com

    7. A PARÁBOLA DO BOM SAMARITANO Lucas 10:25-37



    CONTEXTO: A estrada de montanha entre Jerusálem e Jericó tinha 30 kms de comprimento e era muito perigosa para os viajantes, devido aos ladrões de estrada. Um Levita era um homem, que trabalhava no templo, como auxiliar, ajudando os sacerdotes nos serviços do templo. No tempo de Jesus, os Judeus encontravam-se em muito maus termos com os Samaritanos, povo com quem eles partilhavam o seu país. (Tomemos um exemplo do teu própio país).

    1. Uma pessoa consegue ser feliz se se importar só consigo e com a sua família, e não se importar de forma alguma com o sofrimento dos seus semelhantes?
  • Com que frequência dás dinheiro àqueles que precisam?

    2. Numa das sessões anteriores, ouvimos falar de um político que fez a mesma pergunta que o perito em religião Judaica faz a Jesus nesta parábola. De acordo com Jesus, qual é a maneira de se chegar ao céu (25-27)?
  • Quais as tuas probabilidades de ires para o céu se as condições/termos forem aqueles que Jesus ensina no versículo 27?

    3. Jesus conta uma parábola sobre um homem que foi espancado por um bando de ladrões. Imagina os pensamentos deste homem enquanto se encontrava estendido ferido na berma da estrada, hora após hora (30).
  • O que é que a mulher e os filhos dele poderiam estar a pensar quando o pai não regressou à hora prometida?

    4. Porque é que era perigoso para os transeuntes parar e ajudar o homem agredido?
  • O sacerdote e o Levita iam a caminho do templo, para desempenharem os seus deveres religiosos. O que é que achas que eles teriam feito se o homem agredido fosse o seu próprio filho?
  • Pensa nas diferentes possibilidades pelas quais estes dois homens ignoraram a desconhecida vítima do crime (31-32)?
  • Como é que achas que terias reagido nessa mesma situação?

    5. Como é que o sacerdote e o Levita interpretaram o mandamento, que aprenderam durante a infância, de amar o semelhante? Lê o versículo 27.
  • O que pensarias de alguém que dissesse isto: “Eu realmente amo Deus, mas infelizmente não tenho qualquer possibilidade de ajudar os outros.”?

    6. Se o Samaritano tivesse passado e ignorado o homem, como é que poderia ter desculpado o seu comportamento? Lê o contexto.
  • Em que sentido é que o Samaritano fez muito mais do que aquilo que se esperava dele?

    7. Dois denários correspondiam a dois dias de trabalho, ou seja um décimo terço do salário mensal médio. Com essa soma uma pessoa podia viver por dois meses numa estalagem. A quanto é que dois denários correspondem na tua moeda?
  • Pensa em diferentes possibilidades pelas quais o Samaritano deu tal soma a um completo desconhecido 835).
  • Na tua opinião, qual foi a percentagem deste mandamento (de amar o próximo) que o Samaritano cumpriu? Lê o versículo 27.

    8. A quem é que se referia Jesus com a palavra “o semelhante”?
  • Quem é que são os “semelhantes”, tanto aqueles que estão perto como aqueles que estão longe, que deverias ajudar?

    9. Se te pedissem para escolheres um dos personagens desta parábola, quem é que escolherias ser; qual destes personagens melhor te representaria: a vítima, o ladrão, o sacerdote, o Levita ou o estalajadeiro? Explica o porquê de teres escolhido uma personagem em particular.
  • De que forma Jesus se assemelha com o bom Samaritano?
  • Como é que Jesus se assemelha com a vítima?
  • Para além do que está descrito no versículo 27, qual é o outro caminho que Jesus preparou para se chegar ao céu?

    10.
    PERGUNTA DE BOAS NOVAS: Jesus disse: “ Vai e faz o mesmo”. Mesmo que todas a pessoas passem por ti, sem nunca se importarem com as tuas tristezas e sofrimento, ele não faria o mesmo que elas. Ele está neste momento ao teu lado e quer ajudar a curar as feridas do teu coração. O que é que lhe respondes? (Podes responder do fundo do teu coração)
  • (pergunta para todos): Qual foi a coisa mais importante que aprendeste nesta sessão, nesta lição?

    ***



    © 2015 Glad Tidings Bible Studies in Portuguese - www.gladtidings-bs.com

    8. JESUS E OS DOIS CRIMINOSOS Lucas 23:32-43



    CONTEXTO: No Império Romano, a crucificação era usada só para os piores dos crimes. Portanto, podemos assumir que estes dois homens eram criminosos profissionais - talvez tivessem matado por dinheiro. Messias (ou Cristo) era o título do rei, de quem os Judeus estavam à espera desde os tempos do Velho Testamento.

    1. Uma pessoa que está sempre a magoar os outros, quer fisicamente quer com as suas palavras, consegue ser feliz?
  • Porque é que hoje em dia muitos jovens recorrem à violência e chegam mesmo a gostar de agredir os outros?

    2. Pensa em várias razoes pelas quais estes dois homens começaram a recorrer à violência na sua juventude?
  • Quem é que poderia ter ajudado e feito parar estes dois homens, antes de ser demasiado tarde?
  • Consegues sempre mudar o teu comportamento, quando te dás conta que te estás a magoar a ti próprio e a magoar os outros?

    3. Os dois criminosos puderam observar o comportamento de Jesus mais de perto do que ninguém. Quais das suas palavras ou ações podem tê-los surpreendido mais (34-38)?
  • Porque é que Jesus estava a defender, perante Deus, aqueles que o estavam a torturar (34)?
  • Conseguirias orar/rezar pelo teu pior inimigo: “ Deus, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem” (34)?

    4. Encontra, a partir do texto, o que é que a multidão, os chefes Judaicos, os soldados Romanos e um dos criminosos estavam a gritar a Jesus (34-39)?
  • Quais os motivos pelos quais estas pessoas estavam a troçar e a zombar de Jesus (35-39)?
  • Porque é que nenhum amigo de Jesus veio apoiá-lo ou em sua defesa?
  • O que é que terias feito ou dito se estivesses lá ao pé da cruz?

    5. O que é que fez com que um dos criminosos se apercebesse que Jesus era um rei e que tinha o seu próprio reino (37-38, 42)?
  • Compara Jesus na cruz com outros reis deste mundo. Quais são as diferenças mais surpreendentes entre eles?
  • O que é que fez com que um destes homens se apercebesse que Jesus não era somente um rei, mas que era também Deus (40-41)?

    6. A maior parte dos criminosos nunca admitem a sua culpa ou que fizeram algo de errado. Então, porque é que um dos criminosos reconheceu/admitiu que a pena capital era o castigo adequado aos seus crimes (41)?
  • Mesmo nesta situação, porque é que o outro criminoso não admitiu a sua culpa?
  • Qual destes dois criminosos compreendes melhor: o que reconheceu a sua culpa ou aquele que rejeitou a sua?

    7. O versículo 42 contem uma súplica muito pequena: “Lembra-te de mim!” Porque é que é tão importante para nós, seres humanos, que as pessoas que nós amamos se lembrem do nosso sofrimento?
  • Porque é que este criminoso não perguntou diretamente se seria permitida a sua entrada no reino de Jesus?

    8. O que é que este criminoso deve ter pensado enquanto ouvia a resposta que Jesus lhe dava (43)?
  • Porque é que Jesus deixou entrar no Paraíso (ou céu) um assassino?
  • Na tua opinião, quando é que o criminoso começou a acreditar em Jesus? Menciona o versículo.

    9. Imagina as últimas horas do criminoso, que se tinha tornado crente em Jesus. Estaria feliz ou infeliz durante essas horas?
  • Talvez a mãe, a mulher ou um filho/a do ex-criminoso estivesse presente no local. Que tipo de memórias teria a sua família dele?
  • Que tipo de testemunho deixou este homem às futuras gerações, que leram sobre ele na Bíblia?

    10.
    PERGUNTA DE BOAS NOVAS: Os portões do Paraíso estavam abertos para o criminoso, mas por sua vez Jesus teve que entrar pelas portas do inferno. Suplicarias o mesmo que o criminoso: “Jesus, lembra-te de mim!”? Se sim, Jesus dar-te-ia a mesma resposta: “ Garanto-te que hoje estarás comigo no paraíso”. (Podes responder do fundo do teu coração)
  • (para todos responderem): Qual foi a coisa mais importante que aprendeste nesta lição?


    ***


    © 2015 Glad Tidings Bible Studies in Portuguese - www.gladtidings-bs.com

    9. JESUS APARECE A TOMÉ João 20:19-29



    CONTEXTO: Tomé era um dos doze discípulos de Jesus. Provavelmente tinha um irmão gémeo, pois o seu nome significa “o gémeo”.

    1. Pode um ser humano ter uma vida feliz se não acreditar que o seu corpo ascenderá do túmulo no dia final?
  • Quais as qualidades de uma personalidade do tipo da do Tomé? E os defeitos?
  • Porque é que Jesus escolheu um homem como Tomé para ser um dos seus discípulos?

    2. O que é que os discípulos pensaram sobre Jesus na manhã e no dia do domingo de Páscoa?
  • Porque é que os discípulos não acreditaram na ressurreição de Jesus?
  • Imagina diferentes explicações pelas quais Tomé não estava presente no Domingo à noite (quando ele não estava com os outros dez discípulos) (24)?
  • Porque é que Jesus ressuscitado cumprimentou os discípulos desta forma: “Paz seja convosco” (21,26)?

    3. A ressurreição tinha sido profetizada pelos profetas do Velho Testamento e pelo próprio Jesus. Ora os dez melhores amigos de Tomé tinham-lhe garantido que tinham visto Jesus com os seus próprios olhos. Porque é que Tomé não acreditou na ressurreição de Jesus, mesmo depois de ter ouvido todos aqueles testemunhos (25)?
  • Se tivesses no lugar dele, achas que conseguirias acreditar na ressurreição? Dá as tuas razões.

    4. Na tua opinião, como é que Tomé se deve ter sentido na semana seguinte entre os seus amigos cheios de alegria?
  • Quais os motivos pelos quais, durante aquela semana, Tomé ficou com os seus amigos em vez de seguir o seu caminho?
  • O que teria acontecido se Tomé tivesse deixado os seus amigos nesse momento?
  • O que poderá acontecer se deixarmos a fé Crista quando temos dúvidas sobre as doutrinas básicas do cristianismo?

    5. Porque é que Tomé queria tocar em Jesus antes de acreditar na sua ressurreição (25)?
  • Como é que achas que Tomé se sentiu ao ouvir as suas palavras da boca de Jesus (25-27)?

    6. Que pormenores mostram que Jesus não era um fantasma nem um espírito (27)?
  • Achas que Tomé colocou mesmo os seus dedos nas cicatrizes das mãos e no lado de Jesus?

    7. Tomé foi a primeira pessoa do Novo Testamento a chamar Jesus de Deus, para além de Filho de Deus. (28) Porque é que é os Cristãos acreditam que Jesus é Deus?

    8. A quem é que Jesus se refere no versículo 29?
  • Porque é que é importante acreditar na ajuda de Deus antes de a sentirmos, de a experienciarmos?

    9. De acordo com o texto, como é que Jesus trataria uma pessoa que deseja acreditar nele, mas que não consegue?
  • Como é que responderias a alguém que te dissesse isto: “ Acredito em Jesus, mas não acredito na sua ressurreição física”?
  • Porque é que toda a fé Crista colapsaria se o corpo de Cristo não tivesse ascendido da sepultura, do túmulo?

    10.
    PERGUNTA DE BOAS NOVAS: Tomé disse a Jesus: “Meu Senhor e meu Deus!” Consegues hoje dizer o mesmo a Jesus? (Podes responder do fundo do teu coração)
  • (para todos responderem): Qual foi a coisa mais importante que aprendeste nesta lição?

    ***


    © 2015 Glad Tidings Bible Studies in Portuguese - www.gladtidings-bs.com